Alucinógenos

Alucinógenos

Diogo Rosseto

Os alucinógenos estão entre nós a milhares de anos, os alucinógenos são uma classe de drogas que causam à pessoa uma distorção profunda na percepção. Os alucinógenos distorcem e intensificam as sensações, mas os efeitos efetivos variam bastante e são extremamente imprevisíveis.

Quais são as drogas alucinógenas?

  • LSD ou dietilamida do ácido lisérgico (derivado de um fungo)
  • Psilocibina (derivada de vários tipos de cogumelos mágicos)
  • Mescalina (derivada do cacto peiote)
  • N,N-dimetiltriptamina (DMT)
  • 5-metoxi-N,N-di-isopropiltriptamina (5-MeO-DIPT)

Muitos novos compostos estão sendo sintetizados e a lista de alucinógenos cresce.

O que é Alucinógenos

O alucinógeno, droga psicodélica, droga alucinógena ou droga alucinogénica é, literalmente, uma substância capaz de provocar alucinações.

Os alucinógenos distorcem e intensificam as sensações, mas os efeitos efetivos variam bastante e são extremamente imprevisíveis.

Os principais perigos são os efeitos psicológicos e o discernimento prejudicado que eles provocam. A maioria das pessoas tem consciência de que está tendo alucinações e é possível conversar racionalmente com elas.

Os alucinógenos podem ser derivados de plantas ou ser produtos químicos artificiais (sintéticos). Alguns exemplos comuns incluem

Efeitos imediatos

Os efeitos físicos costumam incluir náusea e vômitos. O LSD pode também provocar dilatação das pupilas, visão borrada, sudorese, palpitações e coordenação prejudicada.

Os alucinógenos distorcem e intensificam as sensações auditivas e visuais. Por exemplo, a pessoa pode sentir como se estivesse vendo sons e ouvindo cores (um quadro clínico denominado sinestesia).

Terapia psicodélica


A pessoa sente como se não fosse uma pessoa real (chamado de despersonalização), ou que está desconectada do ambiente (chamado de dissociação). A pessoa sofre alterações do humor (com frequência euforia, mas em alguns casos, depressão) e seu poder de decisão fica prejudicado. Os usuários dizem que estão “viajando” quando estão vivenciando uma combinação desses efeitos.

O efeito real pode depender do humor e das expectativas que o usuário tem da “viagem”, da sua capacidade de lidar com as alucinações e do ambiente em que a droga é tomada. As alucinações visuais ocorrem com mais frequência com o uso da psilocibina e da mescalina do que com o LSD. Por exemplo, os usuários que estavam deprimidos antes de usar a droga, provavelmente ficarão mais tristes quando a droga surtir efeito. Os principais perigos do uso dessas drogas são os efeitos psicológicos e o discernimento prejudicado, que podem levar a tomada de decisões perigosas ou provocar acidentes. Por exemplo, os usuários podem pensar que são capazes de voar e até podem saltar de uma janela para o provar.

A capacidade do usuário de lidar com as distorções visuais e auditivas também afeta a experiência, ou “viagem”. Os usuários inexperientes e assustados estão menos capacitados para enfrentar essa sensação, do que alguém mais experiente e que não teme a “viagem”. Um usuário sob a influência de um alucinógeno, geralmente o LSD, pode ter ansiedade extrema e começar a sentir pânico, causando uma “viagem ruim”. O usuário pode querer parar a “viagem”, mas isso não é possível.